Por dentro da carreira em Design

O que faz o profissional de Design?

O profissional de Design é o responsável pela criação e desenvolvimento de projetos gráficos ou de objetos dos mais variados tipos, de forma a unir estética, comunicação visual, funcionalidade e praticidade nas suas produções. Assim, o designer não é um artista plástico, pois ele tem uma preocupação essencial com a usabilidade dos projetos, e seus trabalhos são feitos de acordo com as necessidades e objetivos específicos do usuário. Suas atividades podem ser muito variadas e há diversos campos de especialização para esse profissional, mas elas podem ser basicamente divididas em: design gráfico (criação de logotipos, websites, jogos, animação, ilustração, formatação de jornais e revistas) e desenho industrial (criação de objetos diversos como embalagens, mobiliário, jóias, máquinas e equipamentos). Ele costuma trabalhar em escritórios de design, editoras, agências de publicidade, empresas de comunicação e audiovisual, mas também pode atuar como autônomo, inclusive à distância. Em empresas, o designer tem muito contato com profissionais de outros setores como marketing, produção, editoração e informática.

Perfil do Designer

O designer deve ser uma pessoa em constante atualização e formação (tanto profissional quanto cultural), para ficar por dentro das novas tecnologias e tendências e para saber o que já existe no mercado. Além de pensar na própria criação, o designer deve levar em consideração a execução das ideias, e deve ser uma pessoa com iniciativa para procurar soluções. Saber desenhar ajuda, mas dependendo da área de atuação não é necessário desenhar perfeitamente, pois o que importa é conseguir transmitir suas ideias e conceitos de forma visual, seja através de desenhos simples, profissionais ou programas de computador. O conhecimento de tecnologias e softwares também é importante, pois são instrumentos cotidianos do profissional de Design, mas o nível de domínio exigido dependerá da área de atuação e das atividades exercidas na empresa.

Devido ao contato frequente com outros profissionais, é necessário que o designer tenha bom trabalho em equipe e relacionamento interpessoal. Outras características importantes para um profissional ter sucesso na carreira de Design são organização, atenção a detalhes, comprometimento e capacidade de trabalhar sob pressão e com prazos curtos.

A faculdade de Design

Os interessados em fazer Design podem cursá-lo em duas modalidades: bacharelado ou tecnólogo. O bacharelado tem formação generalista e dura em média de 4 a 5 anos. No início do curso há disciplinas gerais como arte e arquitetura, computação, linguagens visuais e marketing, e conforme o curso vai evoluindo, há mais disciplinas específicas da área como ergonomia, projeto e engenharia de produto, modelos tridimensionais, mercado e consumo, tipografia, geometria, materiais e processos de produção, design e sustentabilidade, design de embalagens, usabilidade e desempenho, etc. Alguns cursos de bacharelado têm enfoques em áreas específicas, então preste atenção a isso quando estiver estudando as grades curriculares das faculdades de sua preferência.

Já os cursos tecnólogos de Design têm duração média de 2 anos e são voltados a áreas específicas (design gráfico e digital ou design de produto), portanto as grades curriculares variam conforme o enfoque. Como todos os cursos tecnólogos, eles foram feitos para formar profissionais rapidamente para demandas específicas e imediatas do mercado de trabalho.

Bacharelado ou tecnólogo?

De forma geral, os bacharéis continuam sendo mais valorizados no mercado do que os tecnólogos devido à sua formação mais ampla e aprofundada, e eles também têm mais possibilidades de atuação no mercado. No entanto, se a pessoa tem clareza do que quer e precisa ingressar rapidamente no mercado de trabalho, a especificidade da formação tecnóloga pode ser uma vantagem, e essa formação não impede que o profissional faça uma graduação ou cursos de pós-graduação posteriormente, que aumentam as suas qualificações e competitividade no mercado. De qualquer forma, tanto bacharéis quanto tecnólogos devem investir continuamente na formação para construir suas carreiras, além de se dedicar ao trabalho e projetos realizados, que formam o repertório profissional a ser apresentado em oportunidades futuras. Por isso, na decisão entre um curso bacharelado ou tecnólogo, reflita sobre as suas intenções profissionais, compare as grades curriculares dos cursos e faculdades de sua preferência e examine as suas possibilidades concretas (tempo e dinheiro necessários, rotina de estudo e/ou estágio, etc) para escolher a opção mais adequada ao seu projeto de vida.

Profissão Design

Números de mercado de trabalho

Infelizmente, a profissão de Design não é regulamentada e começa a ser reconhecida pelas empresas aos poucos, o que faz com que não exista nem uma sugestão de piso salarial para a profissão e as remunerações se baseiem muito na...

Leia Mais