Por dentro da carreira em Direito

O que faz o profissional de Direito?

Como o detentor dos conhecimentos das normas jurídicas de um país, o profissional de Direito arbitra e organiza as relações entre indivíduos, grupos e organizações de uma sociedade. O graduado em Direito pode seguir três caminhos: tornar-se advogado, juiz ou delegado de polícia.

O advogado atua na defesa dos interesses do seu cliente, em diversos campos específicos, por exemplo: direito civil (interesses individuais como divórcio, herança, bens e propriedades), direito ambiental (regulação da exploração do homem sobre a natureza), direito comercial (questões jurídicas relativas ao comércio e estabelecimentos comerciais), direito contratual (elaboração de contratos de indivíduos e organizações), direito tributário (impostos e taxas), direito penal (acusação ou defesa das pessoas envolvidas em crimes), direito trabalhista (representação do trabalhador ou do empregador em disputas), direito do consumidor (defesa do direito do consumidor), direito da tecnologia da informação (questões jurídicas que acontecem através de recursos informatizados) e direito de propriedade (defesa e proteção de direitos autorais). Outra possibilidade é a advocacia pública, defendendo os interesses de pessoas que não têm condições de pagar por um advogado particular, ou em ministérios públicos, defendendo os direitos da sociedade e dos cidadãos em órgãos específicos, como a vara da família ou a vara da infância e da juventude. Para exercer a profissão, o bacharel deve ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A prova consta de duas partes: questões objetivas e redação profissional sobre um problema prático.

O bacharel em Direito sem aprovação na OAB pode prestar concursos públicos específicos para essa formação, como para juiz, que avalia processos e resolve disputas de acordo com a constituição do país onde atua, ou para delegado de polícia, que atua em investigações e inquéritos policiais. Há, ainda, a possibilidade de seguir carreira acadêmica e tornar-se professor universitário.

Perfil do profissional de Direito

A pessoa interessada em seguir carreira em Direito deve, primeiramente, gostar de ler e escrever, já que o trabalho envolve conhecimento das leis e da linguagem técnica e exige muita produção de documentos e relatórios escritos. Outra característica do trabalho é que ele gira em torno basicamente do conflito entre pessoas e organizações, portanto o profissional não pode ter medo de combates e deve ter ótima comunicação e trato com pessoas. É necessário também ter raciocínio rápido, ética, senso de justiça e gosto por estar sempre se dedicando aos estudos e aprendendo.

A faculdade de Direito

O curso de Direito é oferecido apenas na modalidade bacharelado, não existindo cursos tecnológicos que habilitem profissionais para ocupar os cargos de bacharéis de Direito. O curso dura em média 5 anos e costuma ser em período integral. Há muita teoria, especialmente da área de Humanas, visando uma formação generalista. Alguns exemplos de disciplinas comuns são sociologia, português, economia, ciência política e as disciplinas específicas de Direito, como direito civil, penal, comercial, etc. Há também atividades práticas, com treinos de oratória e argumentação. Apesar de ser um curso muito procurado no Brasil e com muitas vagas em faculdades, a qualidade de algumas delas está abaixo do ideal, tanto que apenas 20% a 30% dos examinandos da OAB são aprovados por ano. O índice de aprovação dos bacharéis pode ser um bom indicador para checar a qualidade das faculdades que você tem interesse.

Profissão Direito

Números de mercado de trabalho

Como é de conhecimento comum, advogados e juízes são uma das categorias de profissionais com os melhores salários no mercado. Em início de carreira, um advogado em cargo júnior (1 a 3 anos depois de formado) costuma ganhar entre R$2.5000,00...

Leia Mais