Por dentro da carreira em Filosofia

A Filosofia foi a disciplina primordial na antiga civilização grega. Por meio dela, grandes pensadores criaram as bases do pensamento ocidental que influenciam nossas vidas até hoje. Através da disciplina do amor à sabedoria e busca do conhecimento, esses pensadores tratavam de problemas centrais da existência, dos valores, do universo político, da física e das ciências naturais através da razão.

Sócrates e sua maiêutica (‘’o parto’’ de idéias, do conhecimento), Platão com seus diálogos e Aristóteles com seu discurso hipotético-dedutivo em busca da ética, são os principais nomes da ciência filosófica da antiguidade que chegaram ao nosso tempo e que sempre são referenciados por aqueles que fazem da Filosofia sua ferramenta de análise e transformação da sociedade.

Nos dias contemporâneos, a Filosofia se especializou em ramos distintos que mantêm a função de compreensão da realidade e suas casualidades de modo crítico, visando à observação dos limites e possibilidades das áreas do conhecimento. Como paradigma das sociedades complexas e industrializadas, a Filosofia abrange de modo holístico o pensamento e a prática destas sociedades, ampliando, revisando e propondo horizontes não explícitos pelas especificidades de um mundo cada vez mais especializado.

O que faz o formado em Filosofia?

Como graduado em Filosofia, o profissional deve dialogar com as várias áreas do conhecimento humano e as disciplinas que ainda estão fortemente interligadas ao pensamento filosófico, em um contínuo estudo pra compreensão crítica dos motivadores e aspectos éticos, estéticos, pragmáticos e políticos que direcionam estas áreas do conhecimento.

Deste modo, o graduado pode, por exemplo, pesquisar sobre a ética nos procedimentos médicos de determinada especialidade, auxiliando por meio da Epistemologia (Teoria do Conhecimento), a atuação dos profissionais da área de saúde sob uma perspectiva da ética humana e profissional. Ou ainda pode abordar os paradigmas culturais que estão em voga nas sociedades em estudos de Estética ou de Filosofia da Arte em produções culturais como cinema ou artes visuais.

O formado ainda pode atuar no magistério da educação básica (Ensino Médio) em projetos pedagógicos específicos. O professor de Filosofia disponibiliza ao aluno um repertório de estudos de abordagem de metodologias em vista a um estudo analítico, visando criar cidadãos críticos e participantes do conhecimento compartilhado na escola ou por meio da vida social em comum.

Perfil do Filósofo

O profissional de Filosofia deve ter o gosto pelo conhecimento, lendo e aprimorando por sua base de pensamento em prol da melhoria da sociedade em variados ramos do conhecimento humano, como nas ciências, nas artes, na política, na vida social. Uma visão apurada dos contextos históricos, políticos, científicos e sociais das sociedades traz a contribuição para os pressupostos a serem analisados pelo profissional.

Deve ter enfoque em uma visão interdisciplinar, onde os ramos do conhecimento se interconectam na dinâmica da sociedade. O profissional, seja o filósofo ou o historiador da Filosofia necessita dialogar com os saberes historicamente constituídos, por ser esta uma demanda mais do que necessária na sociedade contemporânea. Isso porque o pensador isolado não atenderá as necessidades da sociedade, pois a Filosofia não é estanque a apenas uma vertente e o diálogo é imprescindível no debate das idéias filosóficas.

A faculdade de Filosofia

Durante o curso de graduação em Filosofia, o aluno terá contato tanto com os autores clássicos, quanto os da era moderna, compreendendo assim as contribuições para a composição do pensamento filosófico que chegou até nossos dias. O conhecimento altamente especializado também é pautado pela abordagem da Teoria do Conhecimento (epistemologia), somando-se às disciplinas de Psicologia da Educação, Didática e Metodologia Científica.

Aulas de Lógica, Economia – com enfoque nos clássicos como Karl Marx e liberais como Adam Smith e Teoria das Ciências Sociais são um importante componente na formação do graduado. Também o aluno terá contato com as bases do pensamento da Estética e Filosofia da Arte em abordagens visando a análise das contribuições das artes para o pensamento humano.

Bacharelado ou Licenciatura?

Ao ingressar no curso de Filosofia, o aluno pode optar pela Licenciatura se desejar atuar no magistério do Ensino Médio; caso queira prosseguir carreira no campo da pesquisa em empresas públicas, ONGs ou universidades o mais adequado é o bacharelado. A duração do curso é de quatro anos e na Licenciatura é exigido o estágio obrigatório supervisionado para contato com as instituições de ensino e seus programas pedagógicos.

Em ambas as graduações, não há diferença para o ingresso, caso o aluno desejar, em cursos de pós-graduação lato sensu ou stricto sensu, sendo os dois currículos válidos para prosseguimentos de seus estudos em Filosofia.

Profissão Filosofia

Números de mercado de trabalho

A lei nº 11.684, promulgada em 2 de junho de 2008 trouxe ao debate a necessidade da difusão do pensamento filosófico nas séries do ensino médio. Por meio dela, todas as escolas sejam públicas ou privadas necessitam ter em seu...

Leia Mais