Por dentro da carreira em Geografia

A Geografia como ciência surgida no século 19 sempre foi lembrada por sua referência cartográfica associada ao estudo das realidades naturais nas quais o homem sempre esteve inserido — espaço e a localização do homem.

Atualmente a Geografia dialoga como outras disciplinas seguindo a perspectiva do homem em relação ao meio em que vive: já não basta apenas dominar o espaço e adequá-lo utilizando o conhecimento histórico para possibilitar a permanência em locais específicos.

Surge então a necessidade de integração destes conhecimentos com o ideal de preservação dos espaços e ambientes, visando o bem-estar das atuais e das próximas gerações. Nesta perspectiva, o Geógrafo analisa o meio além do aspecto econômico e espacial, mas também na sustentabilidade que deve ser inerente a todos os processos onde o homem intervenha.

O que faz o geógrafo?

O profissional de Geografia é participante de uma realidade inerente aos novos tempos — a necessidade de preservação e não apenas domínio e exploração de regiões e áreas onde a intervenção humana se faz presente de modo intenso. O meio ambiente deixa de ser apenas um objeto de estudo entre tantos outros pelos especialistas de áreas afins para ser um dos centros das atenções dos profissionais da Geografia: o homem não é mais apenas agente dominante sobre a natureza, mas também agora se percebe parte dela, sofrendo as ações da atividade humana no meio, sejam elas boas ou más.

O geógrafo contemporâneo analisa de modo conjuntural o aspecto físico, social e econômico do espaço de modo integrado, visando à qualidade de vida para o habitante da cidade e também a preservação dos recursos hídricos, da fauna e da flora. Estuda os impactos das ações humanas sobre o ambiente e projeta novas alternativas de urbanidade para o alcance de metas de políticas para qualidade de ar, solo, águas. Tais estudos dialogam com outras áreas como Engenharia Ambiental, Gestão Ambiental, Arquitetura e Urbanismo, Estatística e até com as Ciências da Saúde.

Perfil do profissional de Geografia

Quem segue carreira em Geografia deve ter gosto pela pesquisa teórica assim como pela pesquisa de campo. O olhar crítico sobre a realidade das transformações ocorridas pela intervenção humana no meio ambiente é fator imprescindível para o desempenho profissional. Deve pesquisar não apenas guiado pela sua área de estudo, mas buscar a interdisciplinaridade tanto no campo da geografia física quanto no contexto populacional, econômico e político. O profissional de Geografia deve dominar as modernas ferramentas tecnológicas para estudos de geoprocessamento e ter uma visão inter e transdisciplinar entre os ramos do conhecimento nos aspecto físico, político e biogeográfico.

A faculdade de Geografia

Com duração média de quatro anos, o curso de Geografia é interdisciplinar em sua estrutura tanto na licenciatura quanto no bacharelado. A grade curricular é formada por disciplinas como Cartografia, Geografia Humana e Física, Climatologia, Biogeografia, Sociologia, Geologia e Geoprocessamento.

Estes estudos são direcionados para a formação holística e de perfil humanístico do geógrafo, um profissional que deve ter visão crítica e de transformação da realidade, do meio e do espaço geográfico. O profissional de Geografia tem nos estudos da disciplina subsídios para a construção do pensamento geográfico de acordo com as novas demandas sociais de meio ambiente e urbanas, na busca pela qualidade de vida nas cidades.

Bacharelado ou Licenciatura?

O bacharelado é indicado para profissionais que almejem ingressar no campo da pesquisa em órgãos públicos, fundações de pesquisa e instituições de ensino. Já o licenciado pode disputar por uma chance no magistério da educação básica (ensino fundamental e ensino médio) com boas chances salariais e reconhecimento profissional. O professor de Geografia deve ter a visão de um aliado importante na construção de novas diretrizes de pensamento transformador do espaço e do meio ambiente, possibilitando aos alunos uma formação como sujeitos críticos nas questões de espaço social, político, econômico e ecológico de modo sistêmico e buscando a sustentabilidade, preservação ambiental e a urbanidade do futuro.

Profissão Geografia

Números de mercado de trabalho

O pensamento ecológico, juntamente com a crescente necessidade do planejamento urbano por parte de governantes e com participação de conselhos representativos, criou uma demanda de um profissional qualificado que atue nas áreas da Geografia com vistas à sustentabilidade aliada à...

Leia Mais