Por dentro da carreira em Física

Desde a antiguidade clássica entre os gregos, a Física tem sido o centro das atenções da investigação da composição do universo e de seus fenômenos causais. A Física é caracterizada como sendo uma das mais antigas disciplinas do meio acadêmico, e seu estudo possibilitou o desenvolvimento aplicado em inúmeras áreas do conhecimento humano.

Como ciência interdisciplinar, a Física é campo de estudo para a análise elementar de fenômenos puramente físicos, mas que se interrelacionam com outras áreas como a Biologia, Química, Medicina, Geologia, Ciência da Computação e Climatologia.

O que faz o Físico?

O profissional de Física investiga os fenômenos causais dos eventos físicos, primeiramente evidenciados na natureza, juntamente com a aplicação empírica nos diversos campos do conhecimento. Assim, o graduado em Física faz a investigação dos fenômenos ocorridos na natureza como a eletricidade, magnetismo, mecânica, acústica, para assim conceituá-los de maneira a ser aplicada nos ramos diversos das disciplinas que se utilizam destes conceitos em suas estruturas de pesquisa e desenvolvimento.

Perfil do Físico

O profissional da Física deve dominar a Matemática, juntamente com Estatística e Computação para o desenvolvimento de sua carreira. Deve ter o perfil focado na interdisciplinaridade, pois o físico tem várias opções de trabalho em áreas, como por exemplo, a Física Médica e a Física Biológica (que estuda os fenômenos físicos que atuam sobre os seres vivos em geral). Já a Física de Materiais é uma graduação direcionada para os que desejam a aplicação dos conceitos de Física em laboratórios de tecnologia de materiais e na área de nanotecnologia.

A faculdade de Física

Durante a graduação em Física, o aluno terá contato com a pesquisa sistemática dos fenômenos físicos direcionada pelo estudo de disciplinas como Estatística e Probabilidade, Cálculo I e II, Mecânica, Geometria Analítica, Programação, Mecânica Quântica, Teoria Eletromagnética, Física Moderna e Experimental.

As aulas em laboratórios de Física experimental darão ao graduando a possibilidade de utilizar os meios para experimentos na observação dos fenômenos e para investigação na aplicação destes em circunstâncias onde a interdisciplinaridade entre Física áreas do conhecimento afins possam ser desenvolvidas.

Bacharelado ou Licenciatura?

O graduando em Física poderá optar pelo bacharelado ou pela licenciatura, tendo em vista o foco profissional que queira para sua carreira. No caso do bacharelado, o profissional atuará com o ramo de pesquisa em instituições públicas ou privadas e em certos casos na área industrial. Os recentes avanços no campo da pesquisa do genoma abrem promissoras possibilidades na área da Física Biológica, onde o físico atua no controle de processos onde exista a base para análises das funções moleculares de carboidratos, lipídios e proteínas e suas interrelações com o meio onde suas funções são realizadas.

Já o aluno que deseja ser licenciado em Física deve ter a perspectiva do professor que atuará no magistério da educação básica ou em projetos de ciências patrocinados pelas instituições públicas ou privadas. O Brasil tem um déficit significativo de profissionais no campo da Física e no magistério há grande procura de profissionais qualificados para lecionar em instituições das redes públicas e privada em todo o país. Há ainda a possibilidade de atuação para os licenciados em áreas paralelas como editoras especializadas e publicações de divulgação científica.

Profissão Física

Números de mercado de trabalho

O profissional graduado em Física tem na área do ensino seu maior campo de trabalho. A carência de professores nas redes públicas e particulares de escolas é atualmente uma das principais lacunas na divulgação da ciência da Física entre os...

Leia Mais