Profissão Farmácia - Números do mercado de trabalho

Salários

O piso salarial para os profissionais de Farmácia é de R$1.690,00, estabelecido pelo Conselho Regional de Farmácia (CRF). Mas na prática, esse profissional costuma receber uma salário mais alto mesmo no início da carreira. O ganho inicial gira em torno de R$1.800,00 a R$2.100,00, dependendo do setor de especialização (medicamentos, cosméticos, alimentos), além da localização e tamanho da empresa. Com alguns anos de carreira, o profissional começa a receber mais responsabilidades e tarefas de maior complexidade, e um farmacêutico no cargo pleno tem uma média salarial de R$2.500,00. Acumulando mais experiência e formações adicionais (especializações e pós-graduações), o farmacêutico consegue alcançar cargos mais altos dentro da instituição em que atua, como supervisão e gerência de farmácias, laboratórios, etc, e passa a ganhar em média de R$3.200,00 a R$4.700,00. No auge da carreira, em cargos de direção do setor farmacêutico de empresas, o profissional chega a ganhar em média R$6.000,00. Variações nos salários podem ser observadas de acordo com a relação entre quantidade de profissionais no mercado vs número de vagas ofertadas, além de movimentos na economia nacional e internacional que podem fazer com que uma especialização seja mais valorizada que outras, mas de forma geral, as remunerações dos farmacêuticos são próximas em todos os setores de atuação.

O mercado de trabalho

Nos últimos anos, o setor público tem sido um grande empregador de profissionais de Farmácia, devido principalmente ao fortalecimento das farmácias populares, o desenvolvimento de medicamentos genéricos, os serviços de vigilância sanitária e a exigência de equipes multidisciplinares na Saúde Pública. Além disso, políticas nacionais que requerem a presença de pelo menos um farmacêutico na equipe de farmácias e drogarias também têm garantido uma rápida absorção de profissionais no mercado. Segundo especialistas, setores em expansão atualmente são: desenvolvimento de novos medicamentos e cosméticos, farmácias de manipulação, farmácia hospitalar, pesquisa científica e clínica, biotecnologia, homeopatia e controle de qualidade de indústrias farmacêuticas. O crescimento da chamada “indústria da beleza” aquece o setor de cosmetologia, e o envelhecimento da população brasileira exige o desenvolvimento de novos medicamentos e a presença de profissionais que sabem orientar adequadamente os usuários nas farmácias. Existe ainda a possibilidade do farmacêutico atuar nas áreas administrativas de empresas e em consultorias, pela sua formação generalista.

Para ingressar no mercado de trabalho, indica-se a realização de estágios durante a faculdade, que lhe colocarão em contato com a realidade cotidiana e os desafios da profissão e lhe permitirão descobrir em qual área gostaria de se especializar futuramente. Uma vez inserido no mercado, o farmacêutico nunca deve parar de estudar e se atualizar sobre a área, para oferecer sempre o melhor produto e serviço à população.

Por dentro da carreira em Farmácia

O piso salarial para os profissionais de Farmácia é de R$1.690,00, estabelecido pelo Conselho Regional de Farmácia (CRF). Mas na prática, esse profissional costuma receber uma salário mais alto mesmo no início da carreira. O ganho inicial gira em torno...

Leia Mais