Profissão Matemática - Números do mercado de trabalho

O profissional de Matemática tem um grande desafio no campo do magistério. Como divulgador da ciência do cálculo, deve instigar no aluno o pensamento crítico, de observação da realidade para análise e consecução de soluções. Para atingir esta meta, o professor poderá se valer da problematização de situações onde o contexto do aluno esteja inserido nas atividades fim de modo sistêmico e interdisciplinar.

Já o pesquisador tem a perspectiva de contribuir em setores-chave, em um momento onde o país atravessa novos desafios de desenvolvimento em sistemas produtivos que utilizem tecnologia de ponta e pesquisa aplicada. Dada a complexidade dos métodos de produção, o trabalho do matemático é de importância no controle destes processos. Tanto o profissional do Magistério quanto o pesquisador matemático devem atuar visando uma integração de proposta do uso da matemática como vetor facilitador do desenvolvimento humano e progresso social.

Salários

Com campo de atuação primordialmente no magistério, o profissional de Matemática está amparado no quesito salarial pela Lei 11738 de 2008 que atribui o valor de R$1917,18 de piso salarial nacional em 2015 para os que atuarem em cargas horárias de 40 horas semanas em escolas públicas.

As várias redes possuem sistemas de pontuação que agregam valor aos salários dos professores de acordo com a experiência e com quesitos de avaliação de desempenho docente, de avaliações dos alunos em provas oficiais e em rankings gerais da rede em questão.

Já se o profissional for atuar na rede particular de ensino, contará com a média salarial por hora aula lecionada, que em grandes centros como São Paulo equivale a R$15,00.

O mercado de trabalho

O país tem um déficit significativo para profissionais da área de Matemática, primordialmente no magistério. As chances de empregabilidade são boas, isto por causa da vigência da LDB 3994/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) que pressupõe a obrigatoriedade do ensino da disciplina no Ensino Fundamental e Médio.

A área abrangida pelo pesquisador inclui empresas de engenharia civil, instituições financeiras, de corretagem de seguros (em cálculos atuariais), empresas de desenvolvimento de softwares, de informática, e também na área médica. Também poderá atuar em empresas estatais ou privadas em levantamentos e análises de indicadores diversos.

Se preferir, o profissional licenciado ou o bacharel poderá prosseguir os estudos em nível de pós-graduação, visando ou a especialização em nível lato sensu (especialização, aprimoramento, etc) ou scrito sensu (mestrado e doutorado).

Por dentro da carreira em Matemática

O profissional de Matemática tem um grande desafio no campo do magistério. Como divulgador da ciência do cálculo, deve instigar no aluno o pensamento crítico, de observação da realidade para análise e consecução de soluções. Para atingir esta meta, o...

Leia Mais