Por dentro da carreira em Fisioterapia

O que faz o profissional de Fisioterapia?

O fisioterapeuta atua na prevenção, reabilitação e recuperação de doenças e lesões relativas aos músculos e à motricidade. Para isso, utiliza aparelhos e técnicas específicas, que ajudam os pacientes a recuperar e manter a capacidade física. No seu trabalho, o fisioterapeuta intervém diretamente no corpo do paciente, sendo uma profissão com muito contato físico para auxiliar os pacientes nos exercícios ou para aplicar técnicas como massagens. O fisioterapeuta pode trabalhar com crianças, adolescentes, adultos e idosos em diversas especialidades, por exemplo: ortopedia, dermatologia, recuperação de acidentes, correção de postura, problemas cardíacos ou respiratórios, deficiência física ou mental, esportiva, gestantes, entre outros. Ele faz parte da equipe de hospitais, unidades básicas de saúde e clínicas médicas, mas também pode trabalhar em casas de repouso, centros de reabilitacão, SPAs, academias, clubes, empresas e escolas. Pode também abrir o próprio consultório ou fazer atendimento domiciliar (home care), atuando de forma autônoma. Para exercer a profissão, o estudante deve obter diploma de bacharelado em Fisioterapia e se registrar no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) do estado onde atua.

Perfil do Fisioterapeuta

O fisioterapeuta deve gostar de cuidar de pessoas na dimensão que lhe é específica, além de gostar de trabalhar com as mãos. Além do conhecimento das técnicas empregadas no trabalho, o profissional deve saber ouvir os pacientes, ter empatia e sensibilidade, ao mesmo tempo em que não se deixa envolver demais na dor dos pacientes. Em muitos locais o fisioterapeuta atua em conjunto com outros profissionais da área de saúde (médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, terapeutas ocupacionais...), então bom trabalho em equipe e relacionamento interpessoal são importantes. Além de tudo isso, o fisioterapeuta deve investir continuamente na sua formação e se manter atualizado sobre a área, para sempre oferecer o melhor cuidado possível aos seus pacientes.

A faculdade de Fisioterapia

O curso de Fisioterapia é oferecido apenas na modalidade bacharelado, com duração média de 4 a 5 anos. Como o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) exige o diploma de bacharelado para se registrar e exercer legalmente a profissão, não existem cursos tecnólogos que habilitem os estudantes a serem fisioterapeutas. Durante o curso, são abordadas disciplinas gerais da área de saúde e de humanidades como biologia, anatomia, fisiologia, citologia, genética, bioquímica, farmacologia, saúde pública, antropologia, psicologia e sociologia, bem como as disciplinas específicas da área como ortopedia e traumatologia, cardiologia, neurologia, pneumologia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e neonatologia, cinesiologia e biomecânica, psicomotricidade, prótese e órtese, dermatologia e cirurgia plástica, fisioterapia preventiva e comunitária, etc. Há bastante carga horária de aulas práticas, nas quais são ensinadas as técnicas fisioterapêuticas (massoterapia, hidroterapia, quiropraxia, termoterapia, etc), e estágios em clínicas-escolas, com atendimento real a pacientes.

Profissão Fisioterapia

Números de mercado de trabalho

A jornada de trabalho dos fisioterapeutas é de no máximo 30 horas semanais, estabelecida por lei. Portanto, todos os valores se referem a essa carga horária. O piso salarial recomendado pelo sindicato é de aproximadamente R$2.000,00, mas no início da...

Leia Mais